RSS

Para Hena Iara

19 abr

Meu bebe querido, meu anjinho loiro dos cachinhos dourados….

Estou feliz! Muito Feliz!!!!!!!!!!! Meu sofrimento continuo esta chegando ao fim. Foram mais de 10 anos sofrendo…todos os dias… todas as noites…. dores quase insuportáveis, constantes…intermitentes….dilacerantes….

Sei que um sofrimento grande ainda me espera… mas também sei que será passageiro… um talvez dois meses, …mas espero ansiosamente por ele.

Parece loucura não é?… Parece masoquismo…. é sobre isso que quero lhe falar…

Minha avó ( Lucinda) , sua tetravô, dizia QUANDO CHEGAMOS AO FUNDO DO POÇO, QUANTO NÃO TEMOS MAIS ONDE AFUNDAR,DEVEMOS DAR GRAÇAS A DEUS,PORQUE É NESSE MOMENTO QUE COMEÇA A SUA TENDENCIA A SUBIR.

Foi isso que aconteceu comigo. Cansei de sofrimento. Mas sei que nada vem assim de graça, só porque eu quero que aconteça. Tudo tem um preço, até as pessoas. Grave bem isso.

Quando se sentir em sofrimento ( sinto muito te dizer, querida, mas isso vai acontecer várias vezes em sua vida),lembre-se do poço. Sofra com a cabeça, não sofra com o coração. Analise o seu sofrimento, veja se você esta no meio, se está ainda perto da borda ou se já esta no fundo do poço.

Se estiver perto da borda, agarre-se nela. Mesmo que a água do poço seque e você fique dependurada na borda não solte. Prenda-se nela.faça o esforço que for necessário e saia dele, mas jamais o subestime…. lembre-se dele sempre, reconheça sempre a presença dele e cuidado para não cair de novo.

Se você estiver na metade..( a parte mais difícil) não entre em desespero…relaxe ,confie em Deus e flutue. Mesmo que as pessoas que estejam fora do poço te vejam e digam que você é uma folgada… . que fica nadando no poço sem fazer nada pra sair… deixa que elas falem… fique ali… confie na providencia divina, ele vai secar o poço ou mandar uma chuva que vai enche-lo de novo e te aproximar da borda. Não se debata, não se desespere, senão você vai se afogar.

Mas quando você chegar no fundo…. ah…querida….no fundo…como eu cheguei.olhe pra cima não espere pela chuva… cave com suas mãos pequenos buracos nas paredes do poço, escale suas paredes e SAIA DELE.

Foi o que eu fiz!
Eu te amo

(carta que escrevi para minha neta, minutos antes de entrar na cirurgia de redução de estomago)

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de abril de 2009 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: