RSS

Arquivo mensal: setembro 2009

LEMBRANÇAS


Corumbá de minha infancia tem cheiro, tem tom, tem sabor…
Tem cheiro de terra molhada, tem cheiro de relva orvalhada,
Tem cheiro de leite quentinho, tirado da teta da vaca malhada,
Presa no curral, bezerro amarrado no brete,
Peão de cócoras, limpando com o rabo da dadivosa
A próxima a jorrar o liquido branco, espumoso
Que cantava ao cair na caneca, exalando o cheiro do amor…
Corumbá de minha infância, tem cheiro, tem tom, tem sabor…
Tem tom do alvorecer na fazenda LARANJEIRAS
Do entardecer na avenida das palmeiras,
Do azul limpo do céu,
Do sorriso do corumbaense, pedindo licença
Ao passar pela calçada, em meio a cadeiras empalhadas
Onde familias inteirasm passavam horas nos “causos”, na política, nos dizeres, nos saberes do povo…
Corumbá de minha infância, tem cheiro, tem tom, tem sabor…
Sabor de sopa paraguais quentinha, do bacalhau desfiado, do peixe seco, doensopado… do macarrão da vovó…
Ah!… O macarrão da vovó!!!!!
Dançava no prato da gente…
Rebolava na colher…
Prendia e se enroscava no garfo bravio…
Escorria pelos labios…e num fio
Sumia na boca da gente
Mas deixava um gostinho diferente…
Um gostinho de insasiedade
Um gostinho de “quero mais”…
Corumbá de minha infância, não tinha GANGUE… tinha TURMA!
Corumbá de minha infância não tinha SECA…tinha CHEIA!
Corumbá de minha infância não tinha CADÁVER… tinha FINADO!
“Você foi ao féretro de DR. José de tal, etc e tal?”
Não… na Corumbá de minha infância :
” Encontro você no velório do Finado Zé”.
Corumbá de minha infância nao tinha:
“Corra… é a polícia!!!”
Corumbá de minha infância tinha:
“Corra… chame a polícia!”
Corumbá de minha infância não tinha “NÃO TINHA”
Corumbá de minha infância … TINHA!!!!!!!!
 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de setembro de 2009 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

 
%d blogueiros gostam disto: