RSS

Arquivo mensal: janeiro 2013

A EMPATIA DIANTE DA TRAGÉDIA.


1incendio-boate-santamaria

Não consigo evitar. A empatia tem tomado conta de mim esses dias cinzentos durante a tragédia que tatuou no peito do brasileiro a marca da dor. Durante sim. Essa é a palavra que entendo como correta. A tragédia para mais de 100 famílias ainda não terminou, elas ainda tem apontada para si a ponta afiada da lança mortal do medo de perder seus entes queridos.
Coloco-me em oração pelas almas que se desprenderam do invólucro carnal, pelas famílias amputadas; pelas que se encontram no “corredor da morte”; pelas que tiveram suas mãos amarradas ao cano do revolver, os dedos colados no gatilho, mesmo sem assim o desejar; pelos que forram amarrados nas cadeiras de mãos e pés atados, com palitos forçando os olhos a ficarem abertos para assistir a tragédia e conviver com a impotência diante do fato…
Penso no desespero, no meio da fumaça tóxica. Me pergunto: O que passou pela mente daqueles jovens? Escuto gemidos. Ouço gritos: AR!!!!! AR!!!!! …. SOCOOOORRROOO!!!! ACUDAM!!!!!!!… MEU DEUS!!!!!…. SAI!!! SAI!!!!… É POR AQUI!!!! NÃO… VAMOS PRO BANHEIROI LÁ TEM ÁGUA!!! MÃÃÃEEEEEEEEEE….. Sinto o calor na pele… Sinto o cheiro de meus cabelos queimando em minha cabeça, dos pelos de meus braços, pernas, sombrancelhas… Arde por fora e por dentro de mim…
Penso no desespero dos músicos no palco… o medo, na tentativa de apagar o fogo… MEU DEUS!!! O EXTINTOR, O ESTINTOR… NÃO … NÃO FUNCIONA!! ME DÁ OUTRO… ABANA!! ABANA!!! …. NÃO ABANA NÃO , VAI ESPALHAR O FOGO…. SAI… CORRE.. AJUDA O GAITERO…. TO PRESO… TIRA… TIRA… VEM.. VEM.. POR AQUI…ESPERA…. MINHA GAITA… LARGA ELA… NÃO… CADÊ?
Penso no susto dos seguranças. POR AQUI NÃO… SÓ SE PAGAR… SÃO NORMAS DA CASA… FOGO? QUE FOGO? NÃO VEJO FOGO.. DEVE SER BRIGA…. e depois quando a multidão comprime … QUE FUMAÇA É ESSA? FOGO ONDE? ONDE? ESPERA! CALMA GENTE! CALMA! EI OLHA AI… TEM GENTE NO CHÃO!!! NÃO PISA!! JESUS, O QUE EU FIZ!!!! MAS EU NÃO VI O FOGO!!!! E AGORA?!!!!!
Penso nos proprietários da Boate KISS: FOGO, ONDE? MEU DEUS!!! QUE PREJUIZO, MAS O QUE ESTOU PENSANDO? TEM VIDAS AQUI… TENHO QUE APAGAR… NÃO DÁ.. ACUDAM… ONDE COMEÇOU ISSO?… MEU INVESTIMENTO… E AGORA?… VOU TER QUE RECOMEÇAR… E AGORA?… MEU DEUS! ME AJUDA! ME ORIENTA! …AI TO QUEIMANDO…
Penso nas famílias: ATENDE … ATENDE… DEUS É PAI! ELA NÃO ESTA NESSA BOATE… NÃO ESTA… ATENDE… ATENDE… DEUS NÃO VAI PERMITIR ISSO… O QUEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE? MORREU? OH MEU DEUS!!! E AGORA? COMO VIVO SEM ELA? DEUS VOCÊ É HORRIVEL!!! EU CONFIEI EM VOCÊ!!! EU TE ODEIO!!!! AH!!! JESUS ME AJUDA… ME PERDOA BLASFEMEI… NOSSA SENHORA… ME AJUDA…. NÃO … NÃO É VERDADE… NÃO PODE SER VERDADE….
Penso nas autoridades: GENTE… FOI UMA TRAGEDIA ANUNCIADA… CULPOSO… NÃO FOI DOLOSO, AFINAL NÃO TEVE INTENSÃO DE MATAR… MAS MATOU… TEM QUE SER PUNIDO… MAS PUNIR ACIDENTE? ACIDENTES ACONTECEM…. MAS A LEI MANDA PUNIR…. A SOCIEDADE EXIGE A PUNIÇÃO…. EU NÃO CONCORDO… MAS TENHO QUE FAZER.
Penso…Penso…Penso… Encontro acusação e defesa ao mesmo tempo para todos aqueles em quem pensei…
___ Os proprietários coitados, também perderam tudo… não queriam isso, não planejaram isso… vão ter que recomeçar tudo de novo… Como será conviver com a acusação de ter sobre seus ombros a acusação de mais de 200 mortes sem nunca ter matado ninguém? Sem se ter o espírito de assassino na alma?
___ É mas eles podem recomeçar… e os que se foram?
___ Os seguranças (coitados) da porta não dava pra ver o palco onde começou o fogo… como eles poderiam saber se era verdade? Quando atinaram pro fato, já estava fora de controle. Só cumpriam a obrigação deles. Quem nunca fez algo que não concordava mas que teve que fazer porque isso fazia parte do seu emprego? Da garantia do pão na mesa de seus filhos?
___ Se tivessem ficado em casa isso não tinha acontecido… Créééédo, que pensamento é esse?
É horrível isso… procurar explicações, justificativas, se colocar em empatia e sentir a impotência diante da tragédia em todas as direções.
Resta-me orar lutando contra o pensamento de revolta, contra a fatalidade que invade meu estado de oração.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de janeiro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

IMATURIDADE X MATURIDADE: quando a insensatez prevalece.


131430862791

O dialogo que não aconteceu entre as fases da vida.Sem parenteses, a carta emitida;entre parenteses, a resposta que não foi dada

Olá, tudo bem? ( Sim, tudo bem)

Fiquei impressionada com a senhora. (Aqui cabia um sinal de exclamação e não um ponto final. Você externou um estado que envolve emotividade. Sempre que nos impressionamos com algo ou alguém isso envolve emoção, portanto o sinal de exclamação é o mais indicado)

Uma pessoa de certa idade que sabe tanto sobre a vida dos outros…(Engano seu. Não sei tanto assim, nem da minha vida, que dirá da vida dos outros. Agora sou uma estudiosa. Isso eu sou,Sempre procuro saber mais do que aprendi)
Aliás, quantos anos você tem? ( 58 anos, faço em março)

Bom, eu tenho 14 e sou apenas uma adolescente ( eu já tinha percebido… mas vc vai crescer), já a senhora deve ter seus 40 e poucos anos,(ai que delicia me senti mais jovem) e ainda tem Facebook? ( sim tenho. Onde esta escrito que existe faixa etária para pertencer a uma rede social?… ah mas tudo bem , quando você crescer vai aprende isso tambem). Para que? (DERRRRRRR) Para me julgar? ( DE JEITO NENHUM… você que acha que o mundo gira em torno de seu próprio umbigo !) Ou criticar?( aii.. você não é tão importante assim.) Ou simplesmente para aparecer bem para o cara que trabalha na boate? ( eu não preciso aparecer meu bem… eu sou uma estrela… mas te entendo o sonho do cometa sempre foi ser uma estrela) A senhora quer ingressos?( Pra que? Não posso dançar, não curto balada, ingresso pra que?) Ou quer cantar lá e ganhar um cachê? (só se você pagar o couvert artístico) Porque também já me disseram que a senhora é cantora.( Sou mesmo. E dizem que das boas viu?)

Quanto a minha religião você diz (coitado do Buda), procure saber mais antes de citar a palavra Buda como uma pessoa, Buda não é um Deus ou um ser, Buda é um estado de vida que a senhora nunca vai alcançar.(Você precisa estudar mais o Budismo. Quem atinge o estado de Buda não tem pensamentos tão nefastos. Permita-me o repeteco: COITADO DE BUDA!)) Na liturgia do Budismo que eu sigo, temos a Lei Mística, conhecida por vocês como CAUSA E EFEITO, eu sei o que eu causei e sei sobre os efeitos que estão surgindo.( Pode ser que saiba sim e eu espero que esteja preparada para aguentar, afinal ainda não parou de escrever besteiras…) E querida ( obrigada você também é muito querida) não minto ( eu nem sabia que era mentira) que sou casada, apenas foi uma brincadeira com um amigo e obrigada por lembrar (de nada), já retirei ( fez bem, isso pode configurar falsidade ideológica), mas acho que a senhora só observou isso por que (aqui o “porque” é junto e sem assento) é divorciada.( Graças a Deus) Sinto muito pelo seu casamento não ter dado certo viu?(Não se sinta assim anjinho… Não deu certo e pronto… seria penoso se eu estivesse sofrendo, mas não estou, to feliz da vida.)

E respondendo a certas coisas que a senhora disse, sim eu sempre estudei em boas escolas (foi o que me disseram), escolas que não me ensinaram a ter somente uma base escolar, mas sim que me fizeram crescer como pessoa( que bom), acredite você ou não.(acredito sim) E pelo que vi a senhora deve ter mantido seus filhos em escolas públicas ( hum… viu errado) e por isso eles não tem o que pensar e seguem apenas o que a mídia impõe.( kkkk surtou) A senhora deve ter câncer e por isso diz que sou psicopata…( As células cancerosas eu tenho. Você também tem.Todos tem. Nascemos com elas. Psicopatia também, mas eu não desenvolvi nem uma nem outra… você não desenvolveu a do câncer, né?) Afinal, a senhora é psicologa?(não, sou pedagoga) Ou psiquiatra?( Devo admitir que sou uma curiosa quando se trata da obscuridade da alma humana. Leio muito a respeito) Porque para fazer meu diagnóstico deve ser das boas.( Cá entre nós acho que dou um show em muitos diplomados por ai) UHEUHE'( prefiro o kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk) E com certeza eu copio e colo porque acho legal, tenho bastante conhecimento, mais do que seus filhos,( Isso eu duvido. Não basta ter conhecimento; é preciso ser seletiva) e quando estiver na sua idade vou ter mais que você.( se vc conseguir chegar lúcida aos 58, né?)

Acho que a senhora deve estar esperando uma explicação sobre o porquê postei aquilo, certo?(Errado) Antes de tudo, tenho minha liberdade de expressão, em segundo lugar, eu não sou obrigada a pensar e desejar como vocês (concordo). E em terceiro, postei porquê vocês devem refletir os lugares onde frequentam, quantas saídas de emergência tem essa boate?(Providencial esse seu questionamento… eitaaaa…. vestígios de lucidez!!!!!!! _ viu? Usei a exclamação porque você me impressionou) Desça a ladeira e veja como está a estrutura dela.( Não sou engenheira, nem bombeira.. mas já vi) Não sou mimada,( discordo) e tampouco tenho uma família conhecida .(não foi o que me disseram) Minha mãe não me proíbe de frequentar esse tipo de lugar, eu não vou por escolha minha;(Hum.. sei) Ela não é uma pobre coitada por ter uma filha como eu ( ooooo dó), e sim ela respeita minha opinião e em momento algum esconde meus erros.( uma heroína, sou fã dela) Não vejo a tragédia como um filtro, vejo como um aviso para que não ocorra o mesmo em outras cidades.( Detalhe: o aviso filtra as decisões… dependendo do contexto são sinonimos sinônimos.HIIIIIIIIIIII!!!!! aula de novo)

Me chamem de fria, de psicopata, mas eu não vou ficar sofrendo por algo que não tem volta, não vou ficar postando no meu mural sobre o acidente, e não vou pensar como vocês,( Pessoas com distúrbios comportamentais ___ mudei o termo tá? ___ costumam não pensar, não serem calorosas , muito menos fraternas) pessoas hipócritas que mentem para si próprias que nunca desejaram mal, que nunca fizeram mal, e que se creem filhas de DEUS, saem de uma igreja e vão para um pagode ( e kiko?) que postam frases sobre DEUS mas não amam o próximo, que ficam ”TRISTES” por uma tragédia mas não ligam para AIDS na Africa, para fome no Haiti, para a desgraça todos os dias na Faixa de Gaza.(noooooooooooossa que lindo momento de alma) OK? ( ok) É isso que eu penso (uééééé), que você é só mais uma hipócrita (Mais uma? Então você é a outra?). E uma pobre senhora ( Inverte o adjetivo que se encaixa mais no meu perfil. Senhora pobre é melhor…___ pobre é o adjetivo __ ultimamente não to conseguindo pagar as contas…) divorciada,( graças a Deus __ de novo) feia ,(já fui bela por fora… mas ainda sou bela por dentro___ se cuida que o tempo não perdoa.. ah…. trata de se embelezar por dentro também,,, senão não vai adiantar ser bela por fora) e que se preocupa mais com o que postam no Facebook do que com o seu próprio trabalho.( Amadinha eu tenho que me preocupar com o que compartilham na minha pagina. Eu não conheço você. Compartilharam comigo e eu opinei. Foi você quem postou!!!) Passar bem.(Obrigada, você também) Pense no que vai escrever em DONA MARLUCI.(Eu sempre penso meu amor) Que vergonha a senhora ter o sobrenome Brasil.( ah.. eu não acho… )….

… …. ….. ….. …………………….. ( ei ! ei!!! Cadê vc? Agora que o papo tava ficando bom!!!)

 
1 comentário

Publicado por em 31 de janeiro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Saudades do JARDIM DA INDEPENDENCIA…


Hoje amanheci saudosa. Sonhei com a minha adolescência. Dias felizes… soltos…leves…
Saíamos do ensaio do Coral do GENIC e íamos para o Jardim da Independencia.
A saudade foi tanta que resolvi descer do meu apartamento no ED. IOSA ( Salin Kassar) sentar-me no banco do Jardim da Independencia e viver ali a minha saudade .
O primeiro lugar pelo qual passei foi o grande portão de ferro que fica em frente à portaria de meu prédio. Parei para olhar de perto.
“Precisa de manutenção”__ Pensei…
Tentei puxá-lo. Ele gemeu.
A calçada o segurou aprisionando sua beleza mantendo-o cativo nas laterais da passarela do jardim.
E ele ficou ali, mudo… me olhando com o olhar próprio dos excluídos.
Imediatamente senti uma brisa e na brisa um assovio, fino e intermitente…
Olhei para a esquerda e o bambuzal se balançou. “Saci?” __ pensei…
Parei e fiquei buscando o chapéu vermelho ou a fumaça de cachimbo (na minha infância, eu tinha tanto medo de saci…).
A ponte me chamou. Caminhei com dificuldade e cheguei até ela.
ponte do jardim
Pensei: “Daqui eu posso ver o bambuzal sem correr perigo”.
As pedras ressequidas, o lodo, o cheiro de água parada e de perigo me assustaram.
Aos poucos a visão doentia foi tomando outra forma, o lago foi se enchendo. Peixes, tartarugas e cisnes foram surgindo…
“Ah!!!!! Os cisnes do jardim!!!!!! Como são belos!!! Como nadam com altivez!!!”
No mesmo instante surgiram milhos em minhas mãos. Joguei no lago e os cisnes deslizaram na água em direção aos milhos que boiavam…
Nesse momento ouvi: “Churrru… Churrru…”
Pombas, muitas pombas …
Hora de brincar de revoadas. Jogo um monte de milho para o lado direito e elas levitam no ar na mesma direção; jogo para o lado esquerdo e o bailado pombal se repete…
Dou risada. Minha pele se arrepia…
Meu olhar alcança o lago do outro lado da ponte. E lá estão elas… Lindas… Soberbas… Majestosas… As vitórias-regias do jardim! Que visão! Um verdadeiro paraíso.
Procuro o banco de granito, moldado para o corpo do contemplante extasiado (feito eu). Só consigo divisar passarelas tortuosas de cimento.
Pisco várias vezes e os bancos surgem, um a um…
No encosto as propagandas da Casa Saib, Farmacia do Santa Maria, Casas Santos Sabatel,Casa Palmira…
Escolho um para me sentar.Quero um que esteja à sombra de um bambuzal e que me mostre o coreto.
coreto
Lá esta ele. À minha frente. Observo atentamente.
Penso: “MEU DEUS!!! PINTARAM O CORETO!!!… Que pecado!!! Toda a parte de ferro tinha que ser de bronze… Mas é de bronze… Pintaram o bronze? … Não acredito…. Pintaram o bronze!!!”
Não consegui segurar as lágrimas…
A banda municipal começou a surgir do nada.Um a um dos componentes cada qual com seu instrumento e a música começou a tomar conta da manhã…
Fechei os olhos.
__ Professora!!! Professora!!! A senhora está bem?
Abri os olhos era Jardel ( meu ex-aluno).
__ A senhora esta sentindo alguma coisa?
__ Saudades __ eu respondi __ Estou sentindo saudades.

 
1 comentário

Publicado por em 27 de janeiro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

A lenda da Felicidade


Imagem

Conta uma lenda que um certo número de “deuses” se reuniram numa convenção para falar sobre a criação dos humanos.

Todos falavam ao mesmo tempo.

Todos queriam um mundo perfeito, mas todos eram ameaçados por um medo em comum…

O medo deles era: caso os humanos tivessem tudo e fossem perfeitos, eles não iriam precisar dos deuses. Afinal de contas, todos já seriam completos.

No meio do “falatório divino” um deles ponderou:

– Vamos dar tudo para os humanos, menos a Felicidade. Vamos escondê-la onde eles não vão procurar


– Que lugar é esse que ninguém vai procurar? – questionou um dos deuses


– Só vai encontrar a felicidade quem procurá-la dentro de si. Esse é o segredo!

A Felicidade então passou a ser buscada pelo ser humano de forma desordenada… No álcool, nas drogas, na aparência, no conforto, na visão do mundo externo, nas religiões, no sono, nos filhos, nos amores, nas lembranças do que foi, na esperança…

Em momentos raríssimo alguém a encontrou … aqui ou ali… mas como todo tesouro quando encontrado… o sigilo foi mantido.

Puro medo de compartilhar a riqueza. E mais uma vez o medo venceu… perdeu-se a felicidade.

 
1 comentário

Publicado por em 6 de janeiro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Imagem

sobre a essencia das pessoas


sobre a essencia do ser humano...

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2013 em MEUS PENSAMENTOS

 

Coração apertado


amor075

Coração aperdaaaaaaaaaaaaaaaaado!!!!!!
Batendo com dificuldade!!!
Pulando pela boca…
Rolando pela estrada … 
Desvairado…. 
Atropelando folhas….
Desviando de pneus quentes pelo atrito com o asfalto….

Acho que não vou aguentar…. 
                                      Vou tomar o rumo.
                                      Vou atras de meu coração 
                                       que já pulsa fora de meu peito….

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de janeiro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

 
%d blogueiros gostam disto: