RSS

Arquivo mensal: outubro 2013

É FATO.


HENA

Sob a luz de teu sorriso,

eu construo os meus dias.

Sob a força de teu olhar,

eu apoio os meus passos.

Tudo que tenho na mente,

Tudo o que canto com a voz

Tem a mensagem de teus atos

Tem a presença dos nossos laços

Tem a eternidade de nossos nós.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de outubro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: , ,

ENQUANTO


1378242109701

Enquanto você dorme, eu sonho…

Sonho com a vida abrindo as portas do mundo pra você.

E por elas, você encontrando os caminhos floridos

Verdejantes, perfumados e seguros do amanhã…

 

Enquanto você descansa, eu relaxo o riso de alegria temporária

no sorriso de felicidade perene,

Ao ver-te assim tão instante, tão momento, tão eterna para mim…

 

Enquanto tua infância me acaricia os olhos já maduros

A têmpora quase senil

Meu coração e minha alma adolescem na emoção de saber-te MINHA.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de outubro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: , ,

Vídeo

UM DOS MELHORES ARQUIVOS QUE VI.


 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de outubro de 2013 em VIDEOS QUE AMO

 

Tags:

Vídeo

FALA POETINHA!!!


 

Fala poetinha! Fala!!
Deixa fluir a poesia de sua alma pelas palavras que você profere quando fala , quando canta, quando escreve.
Não..não vou colocar meu verbo no passado!
Passado é aquele que existiu.Pr

a mim você AINDA EXISTE!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de outubro de 2013 em MEUS ESCRITOS, VIDEOS QUE AMO

 

Tags:

VOCÊ TEM A RESPOSTA?


VC TEM A RESPOSTA

 

Desde muito cedo eu ouvia minha avó Lucinda repetir um dito popular: “Criança que sabe fazer criança, não é mais criança!”

Enquanto eu não entendia o significado desse dito eu me sentia criança, quando passei a entender, deixei de sê-lo; no entanto a legislação brasileira continuou a enxergar-me como tal.

Devo confessar que por muitas e muitas vezes eu me fiz valer da lei para conseguir o que queria (seriam pensamentos delinquentes?). É possível…

Todos nós temos o nosso lado bom e o nosso lado ruim. Todos nós somos capazes dos crimes mais hediondos, basta que tenhamos motivos para cometê-los.

Digo claramente que não tenho coragem de matar ninguém, mas quando assisto uma reportagem principalmente onde crianças são estupradas e mortas, é inevitável para mim. Penso em minhas netas. Meu coração se aperta e me vejo na situação das mães, das avós daquelas crianças. Nesses momentos agradeço a Deus por não ser eu a passar por aquilo e peço perdão pelos pensamentos que me passam pela mente. Chego a ter medo de mim mesma… Mas o que me consola é que EU SEI que não sou a única a se sentir assim ao passar por esse processo de empatia.

Vejo o Estatuto da Criança e do Adolescente… Acho sinceramente que já está mais do que na hora de desmembrar isso.

Criança é criança. Adolescente é adolescente. Precisamos de um Estatuto da Criança e de outro para o Adolescente.

É quase bestial pensar que o adolescente de hoje é o mesmo de vinte anos atrás. O adolescente de hoje é muito, muito mais esperto do que se imagina; só quem convive com eles o sabe.

Nem sempre ser pai, mãe, advogado, juiz, policial, médico, dentista é o suficiente… Pergunte a um professor… Ah!Vocês vão se assustar!

Sei que muitos vão dizer que o Sistema não faz nada.

Eu já acho que o Sistema faz o que pode fazer. Dá escolas, dá bolsas pra se garantir a estadia na escola… Se em número suficiente ou não, se de qualidade ou não, isso já é outro departamento, mesmo porque não envolve só o Sistema. E quando falo em Sistema não falo em Governo deste ou daquele partido. Mesmo porque no nosso país o problema se arrasta por vários governos de diversos partidos.

Fica então a pergunta… Você tem a resposta?

Em tempo:

Eu tenho… Posso responder com um arquivo que vi na net?

maioridade

 
1 comentário

Publicado por em 12 de outubro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: , ,

Quem pergunta quer saber.


Quem pergunta quer saber

 

Uma das coisas que sempre me deixou insatisfeita em sala de aula era a resposta afirmativa de meus alunos quando eu perguntava:

_ Entenderam?

E eles : _ Sim!

_ Alguma dúvida?

E eles: _  Não!

Meu Deus!Como isso me frustrava…

Sei que pode parecer piegas, mas o NÃO no lugar do SIM e o SIM no lugar do NÃO sempre foram o combustível que desafiavam minha capacidade de experimentar novas formas de explicar.

O “NÃO ENTENDI PROFESSORA”  parece que iluminava a minha pergunta, impulsionava, desafiava, alavancava…

Hoje aposentada, sinto falta dos “questionadores” que tive. Aqueles que sempre tinham um “mas professora, não pode ser assim ou assado?” Ah!Como eu amava aqueles apartes.

Hoje, quando vejo um professor contando que seus alunos entendem tudo o que eles explicam (e falam isso com tanto orgulho) sinto-me pequena. Fico olhando o colega e imaginando o aluno cheio de perguntas na mente e sem coragem de expor suas dúvidas.

Lembro-me de um aluno especial que tive. Sempre que eu perguntava se entenderam ele era o único que dizia ter sempre entendido e debochava dos colegas que perguntavam ou que expressavam não ter entendido alguma parte da explicação. Um dia, chapei.

Perguntei: __ Entenderam?

Ele mais do que depressa: __ Sim esta tudo claro professora.

Outro colega: __ Eu não entendi.

Não pensei duas vezes: __ Tudo bem! “Fulano” entendeu tudo e vai explicar pra vocês…

Gozado… Nunca mais ele entendeu nada na primeira explicação.

 
1 comentário

Publicado por em 10 de outubro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Imagem

Sobre as aparências…


Sobre as aparências...

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de outubro de 2013 em MEUS PENSAMENTOS

 
 
%d blogueiros gostam disto: