RSS

Politicamente falando…

08 nov

Paulo Duarte

O radialista Joel de Souza postou essa foto do prefeito Paulo Duarte numa rede social e fez a pergunta: No que ele estaria pensando?

Foram muitas as respostas, umas com ironia, outras com sabedoria, outras com uma dose generosa de maledicência…

A minha resposta ao questionamento do Joel foi:

__  Ele deve estar pensando: OBRIGADA SENHOR PELA TERRA EM QUE NASCI. OBRIGADA POR ME PERMITIR PERDOAR OS INCAUTOS, OS MAQUIAVELICOS, OS DESINFORMADOS, OS QUE ARROTAM ANTES DE COMER… OBRIGADA SENHOR POR ME PERMITIR NÃO DESISTIR DE MEUS PROPÓSITOS, DE MEUS SONHOS. OBRIGADO POR ME PERMITIR NÃO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AQUELES QUE SÓ CONSEGUEM VER OS ERROS DOS OUTROS E SE ALIMENTAM DISSO… OBRIGADO PELOS AMIGOS QUE O SENHOR ME DEU… OBRIGADO PELOS INIMIGOS TAMBEM AFINAL ELES ALIMENTAM MINHA NECESSIDADE DE PROVAR QUE ESTÃO ERRADOS E ASSIM ME IMPULSIONAM PARA O ALTO E PARA FRENTE SEMPRE.

Eu sei que tem gente que acha que eu falo demais (e eu tenho consciência disso) assim como tenho consciência que minha avó (dona Lucinda) foi uma das mulheres mais sábias que conheci. Ela dizia, “tem quem vende porque tem quem compra; tem quem fala, porque tem quem escuta; tem quem escreve, porque tem quem lê” então eu escrevo e falo a minha opinião, porque eu sei que tem quem ouve e quem lê…rs…

Fico olhando os noticiários, os desacordos , as desavenças, as vergonhas nacionais. Falo e repito: NÃO SOU DE PARTIDO NENHUM! Se entendo como certo, aplaudo e defendo! Se entendo como errado, critico e sugiro mudanças!

Perguntam-me se sou do Partido do Prefeito Paulo Duarte.

_ Não, não sou! Mas ele É o meu prefeito. Votei nele, acredito nele, confio nele. E farei o que puder para ajuda-lo a fazer um governo exemplar na minha cidade.

Perguntam-me se votei no governador Puccinelli:

_ Não, não votei! Mas ele É o  meu governador e eu farei o que puder para ajuda-lo a fazer um governo exemplar para o meu Estado.

Perguntam-me se votei na presidente Dilma:

_ Não, não votei! Mas ela é a minha presidente e eu farei o que puder para ajuda-la a fazer um governo exemplar para o meu país.

E entendo isso como lucidez, como coerência, como o certo a ser feito.

Não entendo as pessoas que entendem fazer política apontando erros e falando deles como se esses fossem a única coisa a ser percebida numa gestão. Eu entendo fazer política como apontar os erros (sim) mas sugerir soluções, unir, compartilhar, fazer-se parceiro na busca de resolução de impasses.

Fico pensando, com os meus botões… Eu até tentei entrar no mundo da política, tentei três vezes, mas hoje vejo que não ia dar certo… Eu não teria estomago para conviver com tanta “artimanha”, com tanta “teia” (tenho pavor de aranha), com tanto azedume…

Olho o meu prefeito e me lembro do primeiro texto para reflexão que li quando adentrei na universidade para  tornar-me uma educadora:

“Era uma vez um homem que vivia à beira de uma estrada, onde vendia cachorro-quente. Ele não ouvia bem, por isso não tinha rádio. Tinha problemas de visão, por isso não lia jornais.

Mas ele vendia cachorro-quente. Colocava cartazes na estrada, fazendo propaganda da qualidade de seu produto. Ficava na beira da estrada e oferecia o seu produto em alta voz, e o povo comprava.

Lentamente foi aumentando as vendas e cada vez mais aumentava a compra de salsicha e de pão. Comprou um fogão industrial para melhor atender os fregueses. O negócio prosperava: o homem conseguiu até mesmo enviar seu filho para estudar na capital.

Certo dia, o filho, já formado, retornou para cuidar do pai e viu que as coisas não mudavam naquele lugar. Em casa, chegou logo dizendo ao pai: Você não ouve rádio! Nem lê jornais! Há uma crise no mundo. A situação na Europa é terrível e a do Brasil ainda pior. Tudo está indo para o vinagre.

O pai logo pôs-se a refletir: “Meu filho estudou, lê jornais, ouve rádio e só pode estar com a razão.” Então resolveu reduzir as compras de salsicha e de pão. Tirou os cartazes de propaganda e já não anunciava tão alto seu cachorro-quente, abatido que estava pela notícia da crise. As vendas foram caindo, caindo, caindo…

Então o pai finalmente disse ao filho:

– Você estava certo, meu filho. Nós certamente estamos vivendo uma grande crise.”

O povo brasileiro hoje está assim… Ele acredita no que lê, no que falam, mas não no que VÊ. E quando eu defendo o que de bom tem sido feito em minha cidade pelo meu PREFEITO PERFEITO (tem gente que odeia que fale assim e eu vou continuar falando) encontro quem concorde comigo, e aqueles que acostumados a se alimentarem do fel da maledicência se irritam e me deixam extremamente preocupada, a ponto de continuar colocando cartazes na estrada desses dias de governo, fazendo propaganda da qualidade de seu  produto ( o que já foi feito e o que ele ainda pretende fazer).; continuo ficando na beira da estrada e oferecendo aos que ainda estão nas sombras da “crise” o meu produto (consciência tranquila) em alta voz, e o povo comprando (ao me ler e ao me ouvir).

Isso Meu PREFEITO PERFEITO!!!!!!!!!!!!!!!

PLAFT…PLAFT…PLAFT…( aplaudindo)

Anúncios
 
4 Comentários

Publicado por em 8 de novembro de 2013 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

4 Respostas para “Politicamente falando…

  1. Silmiria de lima

    8 de novembro de 2013 at 12:17

    PLAFT…PLAFT…PLAFT…( aplaudindo)

     
  2. Guga Mancini

    10 de novembro de 2013 at 11:36

    O QUE DIZER MINHA FLOR PANTANEIRA SE TU DISSESTE TUDO, SÓ ME RESTA APLAUDIR VOCÊ, OBRIGADO POR SE MINHA AMIGA.

     
  3. Silvio Gonçalves

    6 de outubro de 2014 at 22:21

    Acho que eu já vi essa paisagem maravilhosa em algum lugar…não seria na fronteira oeste de um país chamado Brasil, numa das regiões mais lindas do planeta terra???

     
  4. Silvio Gonçalves

    6 de outubro de 2014 at 22:29

    Sábias palavras, amiga Marluci!!! Sua alma pode até ser de origem européia, mas é Brasil até no nome…

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: