RSS

Um susto na intolerância.

18 nov

15094904_1180346915367474_328011198939081481_n

É amigos… Eu sei que é difícil. Mas você que me lê agora, já experimentou “tomar as rédeas da situação de forma surpreendente?
Eu fiz isso hoje.
Minha avó Lucinda me disse uma vez que para vencer o ódio, só o amor. Para vencer a raiva, só o perdão.
Hoje eu vi esse arquivo e me lembrei dela. Senti saudades…
Sai de casa e estava dirigindo pela rua Albert Sabim normalmente… Vinha um motorista “apressadinho” atrás de mim. Eu não queria correr e não podia dar passagem porque vinha carros na direção contraria, e se eu desse poderia provocar um acidente. Tambem não podia abrir para a direita porque tinha carros estacionados.
Deixei ele buzinando e acelerando incontidamente atras de mim.
quando vi que dava para ele passar sem provocar um acidente , abri passagem
E ele passou me xingando e fazendo gestos obscenos pra mim…
Resolvi segui-lo.De boa!!!! Ele parou no posto de gasolina na esquina da academia de ginastica que minha filha frequenta. quando eu parei atras dele , ele saiu do carro com ares de quem ia me agredir…. E ficou me olhando com aquela cara de mau…
Eu abri a porta de meu carro e desci. Fui em direção a ele . ele percebeu minha determinação e veio em direção a mim gritando.
__ Que é que há sua velha maluca, vai querer estranhar agora?
Parei na frente dele :
__ Não! Eu te segui porque achei que vc estava precisando de ajuda! Vc esta muito nervoso! Isso não vai fazer bem para um rapaz tão jovem, tão bonito…. A raiva envelhece! Faz mal para o coração. Te segui para te dar um abraço! >… E abri meus braços pra ele.

Ele me olhou boquiaberto… Nao sabia o que fazer.
E eu insisti:
__ Vamos lá!!!! Não é tão dificil assim!!!1 Abra os braços ( e mostrei como se pede um abraço)

A moça que estava no carro no banco do carona desceu e empurrou ele do lado , me abraçou com lagrimas nos olhos. Sem dizer uma palavra.

O frentista ficou olhando sem entender nada!!!
Ele virou-me as costas e foi em direção ao carro dele, eu desisti e voltei para o meu. quando sentei para tomar a direção do carro novamente percebi que ele estava ao meu lado.
__ A senhora pode me abraçar?
Desci e o abracei. longamente…
Os frentistas aplaudiram…
E eu acho que vi lagrimas nos olhos do rapaz…
E eu acho que vi minha avó além da imagem que eu tenho dela na lembrança…

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de novembro de 2016 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: