RSS

Arquivo do autor:marlucibrasil

Sobre marlucibrasil

Sou uma apaixonada pela vida! Apaixonada pela palavra, escrita, falada, cantada! Neste BLOG, só não será texto de minha autoria aquele que vier com o nome do autor ou então com a obsrvação:PROCURA-SE O AUTOR. Terei o maior prazar em emprestar os meus textos para quem deles quiser fazer uso. Mas... respeite os direitos autorais.

Sopa de novelas ao molho Global


Podem falar o que quiser de mim,”TO NEM AI”.

Gosto mesmo da Rede Globo.

Eu sei que ela as vezes se comporta como a “RAINHA DA SUCATA” mas isso acontece só com a parte da população que no fundo Se comporta como “O CLONE” do “UGA-UGA”.

A Telinha apresenta de tudo um pouco, tem desde a mais simples “CABANA DO PAI TOMAS” até a “GUERRA DOS SEXOS”. Aliás essa tem provocado sérias desavenças entre os que encaram a sexualidade como coisas de “ANJO MAU” até aqueles que veem isso tudo como natural no “JOGO DA VIDA”.

No fundo o “MAPA DA MINA” acaba virando um “DEUS NOS ACUDA” quando entra o assunto politica na jogada, que nem jogando ‘CARA OU COROA” dá certo e tudo acaba dando em “ELAS POR ELAS”… Um acusa e não assume, outro assume e não acusa… Um verdadeiro “CAMBALACHO” dos “TEMPOS MODERNOS”.

Se seguirmos as delações premiadas vamos ver que tudo se encaixa desde ‘A VIAGEM’ com estadia no motel ‘TI TI TI’ que terminou com ‘O REI DO GADO’ em óbito, noticiado pelo jornal ‘TE CONTEI?’ Que mostra todos os dias a ‘Torre de Babel’ da política em ‘TERRA NOSTRA’, aumentando suas vítimas.

Mas o certo é que ‘O BEM AMADO’ ainda impune, pode ver seu ‘IMPÉRIO’ ruir ou se tornar ‘A PRÓXIMA VÍTIMA’ desde que não ‘BAILA COMIGO.

Só uma questão de “PECADO CAPITAL” onde OS GIGANTES não podem com o que se acha O SALVADOR DA PÁTRIA versos O DONO DO MUNDO.

Enquanto isso… sigo assistindo A FAVORITA deste PARAISO TROPICAL.

 

 

(texto de Marluci Brasil inspirado num comentário de Thommy Wara)

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de janeiro de 2018 em MEUS ESCRITOS, MEUS PENSAMENTOS

 

Tags:

Corrupção ambidestra


Assumo: Sou admiradora ! Entendo e concordo com a análise, e a conclusão do Professor Karnal.

Pego carona e analiso ( segundo os meus parâmetros _ do que tenha sido as escolhas dos caminhos políticos que fizemos para o meu país)

1985 – 1990 – José Sarney (Sarney) … vi meu Brasil com a sensação de refluxo…

1990 – 1992 – Fernando Afonso Collor de Melo (Fernando Collor)… na corrida para tentar arrumar a casa, já no inicio da corrida o Brasil pediu água … alguem camuflou o vinagre branco e o Brasil bebeu como se água fosse…

1992 – 1995 – Itamar Augusto Cautiero Franco (Itamar Franco)… ainda tentando correr, para recuperar o tempo perdido o país foi de atleta que parecia ser promissor a coelho apressadinho no País das Maravilhas onde nem Alice conseguia saber onde realmente ficava…

1995 – 2002 – Fernando Henrique Cardoso (Fernando Henrique Cardoso – FHC)… A fossa estourou e contaminou o lago, o rio, o mar…

2003 – 2010 – Luiz Inácio Lula da Silva. (Lula)… o lindo castelo de cristal na realidade era de gelo e o país era tropical…

2011 – 2016 – Dilma Vana Rousseff (Dilma Rousseff)… com o castelo derretido e sem forma, a água foi escorrendo e inundando planícies, pântanos, rios, reservatórios residuais… “Marianamente” o país o afogou no lamaçal…

2016 – Michel Temer (atual presidente do Brasil)… com a aparência física de Lurch (Mordomo da família Adams) assumiu a direção da casa e mudou cinematograficamente o retrato dos dias no pais.

Sexta feira 13, O príncipe das trevas, O exorcista, Tubarão, Piranhas, Terremoto, O apocalipse,Premonição etc. passaram de filmes de terror a seriados em reprise…

Que Deus tenha misericórdia do povo brasileiro que encontra-se literalmente num dilema: SE CORRER, O BICHO PEGA… SE PARAR O BICHO COME e o bicho travestido de salvador e herói da pátria usa o verde oliva como se verde esperança fosse… preparando em sua prepotência nefasta mais um ciclo de 30 anos de poder, onde o enredo se repete…

(Texto de Marluci Brasil)

Veja a palestra neste link  =     https://www.facebook.com/leandrokarnaladmiradores

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de janeiro de 2018 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

SER ARTISTA…


Ser artista.

 

Ser artista é fazer parte da criação.

O poeta, torna-se o “artesão da palavra”

O músico torna-se o “poeta das melodias”

O pintor, torna-se a “retina do olhar”

O escultor torna-se o “costureiro das formas”

O fotógrafo torna-se o “capturador do instante”

O cantor torna-se a “voz do sentimento”

O dançarino torna-se “o movimento das emoções”

O desenhista torna-se o “retratista da percepção”

 

Difícil explicar em palavras o que é ser artista.

Seria o mesmo que explicar o que é o amor materno para quem nunca teve filhos.

Seria esperar que o peixe soubesse o valor do ar puro

Ou que um pássaro sem assas pudesse relatar a sensação do voo e do observar a terra vista dos céus…

 

Ser artista é mais do que se tornar artista…

Quem se torna um artista tem que estudar para sê-lo

Quem é artista é motivo de estudo para quem não o é.

 

Quem é artista sabe que o mais difícil em ser atrista

É viver como se não fosse artista.

É viver por uma profissão e sobreviver de outra.

Uma sustenta a vida do corpo

Outra sustenta a vida da alma.

( texto de Marluci Brasil __ respeite os direitos autorais)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de janeiro de 2018 em MEUS ESCRITOS, MEUS VIDEOS

 

Tags:


Os sentidos da vida

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de janeiro de 2018 em MEUS ESCRITOS

 

PALAVRAS E ATITUDES


 

Aprendi com minha avó Lucinda que as palavras e as atitudes mostram o caráter das pessoas, mas que são as atitudes que escrevem nosso destino. Assim, fica fácil entender que somos responsáveis pela vida que temos.

Qual tem sido o erro do eleitor em todos os pleitos eleitorais? Acreditar nas palavras dos candidatos? Sim porque depois de eleitos as atitudes não condizem com as palavras que nos convenceram a dar-lhes o voto de confiança…

O que fazer então? O que é votar certo? Como não errar na hora de escolher? Na verdade, eleger alguém é dar um tiro no escuro.

Vovó me dizia que culpar os outros pelo que nos acontece é cultivar a ilusão.

A Pedagogia nos ensina que a aprendizagem é nossa e ninguém poderá fazê-la por nós, assim como nós não poderemos fazer pelos outros.  Olhando esses dois ensinamentos acredito que quanto mais depressa aprendermos isso, menos sofreremos.

O certo é que cada pensamento nosso, no qual colocamos crédito, provoca uma atitude; afinal nossas atitudes são frutos de nossas crenças. Agimos de acordo com elas.

Vovó me dizia: “Olha Marluci nossas atitudes são nossas e a lei do Retorno é de Deus. Nós podemos mudar nossas atitudes, mas a lei do retorno só Deus pode mudar e ele é tão perfeito que o que ele cria não precisa de mudança. Pensa que cada atitude que a gente tem provoca energia se movimentando em redor da gente e isso cria uma reação. Mais ou menos como quando cai chuva num lago de aguas calmas qualquer gota movimenta a água. Nossas atitudes são as aguas da chuva e as águas do lago representam a nossa vida. Toda atitude nossa tem, portanto, uma resposta da vida.”

Penso nas lições de minha avó e concluo que se mudarmos nossas atitudes elas podem apagar o efeito negativo nas ondas de nossas vidas. Se estamos enfrentando ondas gigantes, redemoinhos, são as atitudes negativas que temos diante da vida. E se não conseguimos mudar a vida, podemos mudar as nossas atitudes que estas por si só modificarão a vida apagando e substituindo as energias negativas que emitimos anteriormente. Por melhor que tenham sido as nossas intensões.

O certo, dizia vovó é que as palavras têm que ser condizentes com as atitudes, senão vira essa bagunça que está acontecendo aqui na capital

Se nossas palavras são filamentos sonoros revestidos de nossos sentimentos, a nossas atitudes são o resultado de expressões assimiladas e determinadas pelo nosso comportamento mental.

Acreditamos. Não somos culpados… Não é errado acreditar… É arriscado, mas errado não é.

Se acreditamos nas palavras dos eleitos e as atitudes deles nos mostram que fomos enganados…

Quando dizemos: Não vou reeleger ninguém! Temos que cumprir a nossa palavra e ter a atitude do NÃO!!!

 

 

 

 
1 comentário

Publicado por em 13 de janeiro de 2018 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Justiça em segredo


Meu avô materno sempre foi o “cérebro” de minha família.

Vovô Castro sabia que sabia das coisas e da vida e ele sabia que nós sabíamos que ele sabia… (gostei dessa frase…rs)

Uma vez numa conversa depois do jantar ele e tio Carlinhos continuaram à mesa a conversar.

Minha mãe e meus primos já estavam fora da copa, alguns na sala, outros na calçada. Eu podia ouvir a conversa deles, mas quando Vovô Castro ficava conversando com alguém eu sempre ficava por perto, ele percebia a minha presença, mas fingia não perceber. Ele sabia que eu iria ali ficar sorvendo suas frases, seu jeito de argumentar, sua forma de analisar as situações. Vovô Castro era um “Delta Larousse”…

Vovó Lucinda na cozinha, lavava as vasilhas do jantar…

_ O fato é que ele pediu para que eu fizesse a defesa para ele. Eu estudei o caso e escrevi a defesa. Mas o advogado é ele, eu sou tabelião _ Tio Carlinhos reclamava.

_ Não devia ter seguido esses passos que dei Carlinhos. Eu já lhe falei que esse foi um dos grandes erros que cometi em minha vida… (vovô ponderava)

… (Vovô errando? Isso soava mal aos meus ouvidos. Vovô sabia tudo! Vovô não errava)

_ E depois ele vem contar vantagem porque ganhou a ação, e ainda vem contar para mim, e fala da forma que ganhou, recita para mim trechos da defesa que EU ESCREVI PARA ELE e o faz como se fosse dele…

Tio Carlinhos estava indignado…

Arrisquei…

_Tio Por que você não conta para todo mundo que foi você que escreveu para ele ler no tribunal?

Os dois pararam, se entreolharam…

Vovô franziu o cenho…

__ Não se mete em conversa de adulto, Marluci. Vá brincar com seus primos.

Levantei envergonhada e me dirigi para sala …

__ Marluci

Ouvi a voz dela, parei imediatamente e virei-me ansiosa eu sabia que viria uma pérola …

__ Quando você quiser que o mundo saiba de alguma coisa, escolha a pessoa certa, conte para ela e peça segredo!

Tio Carlinhos olhou para minha avó e sorriu…

Levantou-se da mesa, passou ao meu lado com um sorriso largo nos lábios e piscou o olho para mim…

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de dezembro de 2017 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: ,

Uma pausa para refletir. Quem não precisa?


O ano de 2017 está nos deixando e nessa “partida” ele nos convida a refletir sobre o período que passamos na companhia dele e no que está por vir ( 2018 está ai, na batendo na porta e apitando a campainha ao mesmo tempo).

Este é o momento de repensar a própria vida e avaliar os pontos que desejamos mudar no ano que se inicia. Este processo de reflexão vai nos possibilitar uma reorganização de fazeres e pensares que nos permitirá desfrutar de maior equilíbrio nesta nova etapa que está por vir.

O certo é que quando se desejamos repensar a própria vida muitos fatores podem ser considerados, mas há três áreas de grande importância: VIDA AFETIVA, VIDA PROFISSIONAL e a RELAÇÃO CONSIGO MESMO. A análise da vida afetiva e familiar nos leva a considerar a qualidade das relações que estabelecemos com aqueles que nos cercam.

É hora de se perguntar:
_ Estou satisfeita (o) meus relacionamentos pessoais? De modo geral, as pessoas com quem você convivo me fazem bem? Quais aspectos de meu comportamento têm sido elogiados e quais têm sido criticados por meus filhos, netas, familiares e amigos?

Após fazer todas estas perguntas procuro imaginar o que posso pode fazer para melhorar a qualidade de meus relacionamentos. Este tipo de reflexão me permitirá rever as atitudes e ter uma vida pessoal menos conflitiva e mais prazeirosa, com certeza. Faço isso todo ano e posso garantir que não é fácil não…

Em relação à vida profissional é importante questionar-se sobre o grau de satisfação que você tem em seu trabalho. Você se sente realizado com a atividade que executa? Sente-se reconhecido e valorizado por seu trabalho? Sua remuneração está suprindo suas necessidades? Qual a qualidade dos relacionamentos com seus superiores e com seus colegas de trabalho? Sempre me perguntei isso, e confesso que foi num desses questionamentos que decidi deixar de “cantar na noite” porque eu já estava aposentada mesmo… As minhas apresentações musicais eram praticamente minha nova profissão… O fato é que perguntas como estas me possibilitaram avaliar os prós e contras de meu “cantar” e analisar se era ou não necessário batalhar por uma atividade que embora estivesse mais próxima de meus interesses que me davam maior a satisfação também me fazia sentir frustração.

Por fim, ainda falta avaliar a relação que eu estabelece comigo mesma.
_ Estou satisfeita com a pessoa que sou? Quais são minhas maiores virtudes? Quais defeitos eu deseja superar? Como minha aparência física me faz sentir? ( e nessa eu sempre sofro quando me pergunto) Eu desejo alterar minha imagem atual? Quais fatores têm dificultado para que eu alcance as transformações que desejo? Estas perguntas me permitem refletir sobre meus hábitos e me esforce para alterar as atitudes que me tem trazido sofrimento.

Costumo também elencar 12 metas para serem cumpridas no ano, não necessariamente na ordem que elenco. Tenho o prazo de doze meses para cumprir as 12 metas. E no final do ano revejo essas metas, analiso o que impediu que eu realizasse as que não consegui e agradeço pelas que consegui. O certo é que a minha media de acerto nos últimos 10 anos é a faixa de 4 das 12 elencadas…

O que venho me convencendo a cada ano que finda e outro que se inicia é que reconhecer a necessidade de mudança e acreditar na capacidade de alcançá-la é um grande passo para que se possa viver de forma mais satisfatória no ano vindouro.

 

(Texto adaptado)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de dezembro de 2017 em MEUS ESCRITOS

 
 
%d blogueiros gostam disto: