RSS

Basta!

 


CARTA ABERTA ÀS AUTORIDADES CIVIS E MILITARES RESPONSÁVEIS PELA SEGURANÇA E TRANSITO NOS PERIMETROS DE DESFILE DE 07 E DE 21 DE SETEMBRO.

Prezados senhores.
Meu nome é Marluci Brasil de Castro. Sou corumbaense de nascimento e criação. Educadora e também atuante na área da arte.
Todos os anos desde que adquiri o meu apartamento no edifício SALIM KASSAR, rua 13 de junho 1088, em frente à praça da Independência, venho sendo literalmente IMPORTUNADA pela insistência em LIBERAR a via pública ( retirando o meu veículo) da frente do prédio onde resido por conta do desfile cívico militar.
Todos os anos a coisa se repete. Recebemos a DETERMINAÇÃO de que devemos liberar o espaço.
Todos os anos outros veículos tomam o lugar de nossos veículos e nós nos vemos ULTRAJADAMENTE discriminados e AFRONTADOS pela autoridade “presumida”.
Como cidadã (com os impostos em dia), valho-me da Constituição Federal, para (Lei MAIOR), para exercer o meu direito de opinião e dos meus 56 anos de vida para exercer o meu poder de decisão.
Explico. Recebemos (os moradores do Edificio Salin Kassar) o INFORMATIVO assinado pelo Comandante da Guarda Municipal que determinava aos moradores da área central da cidade de Corumbá que no dia 07 de setembro, a partir das 05:00 hs deveríamos retirar os nossos veículos e liberar a rua ( o detalhe é que o desfile não acontece na rua em questão).
Os veículos ESTACIONADOS, de um único lado da rua, atrapalham em que os valorosos “desfilantes”? Ameaçam, em que, a segurança? Cometem que tipo de infração?
Hoje. Dia 07 de setembro fui acordada em meu apartamento às 05 horas da manhã para retirar o meu carro da rua 13 de junho.
Isso mesmo! Fui importunada às 05 horas da manhã no santo aconchego de meu lar, para cumprir essa medida descabida.
Qual não foi minha surpresa quando às 09 horas, desci para assistir as festividades e deparei com a rua tomada por veículos, de diversos donos ( de autoridades, a militares e cidadãos comuns) …
Bem. Aqui entra a minha decisão que quero tornar pública.
Tomei a liberdade de fotografar os carros estacionados (com horário fixado na foto), para provar juridicamente o motivo pelo qual eu NÃO VOU CUMPRIR NO DIA 21 DE SETEMBRO ESSA DETERMINAÇÃO (CASO ELA ACONTEÇA, NOVAMENTE).
Chega. O meu tempo de brincadeira de criança: “Farei tudo que seu mestre mandar” acabou a 45 anos atrás.
Acredito na justiça para todos.
Isso significa: se é pra um, tem que ser para todos.
Tirrim-Tirrim… fechou o baralho!

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: