RSS

Arquivo da tag: DIÁRIO….

Caisas que acontecem conosco e que merecem registros.

Vácuo…


Esta madrugada recebi uma visita em meu sonho…

Eu estava  em uma casa antiga, num tempo antigo, com roupas de modelo antigo.

Pela janela eu pude ver a silhueta, o perfil…

Tão conhecido…

Tão amado…

Ele colhia acerolas da aceroleira envergada pelo peso de tantos minúsculos frutos…

O calção listado de azul e branco…

Os cabelos brancos com uma leve cor grisalha desenhavam a letra “ T “ em seu peito.

Pude notar  a presença de um beija-flor rodeando a cabeça branca e de poucos cabelos, ele olhava o voo da ave e assoviava desafinaaaaado para ela., mas ainda assim a ave dançava um balé ao redor dele…

Fiquei parada olhando a cena… Senti meu peito molhado… Meu coração transbordou em lágrimas de saudades.

__ Que bom te ver, que bom te sentir papai!

Acordei com uma sensação dormente no peito… Um olhar ausente… Um vácuo!

A senilidade apontada para mim enquanto minha única defesa, escorre pela minha face…

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de março de 2018 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: ,

Gratidão e esperança!


2017 está se despedindo…

2018 já apresenta as contrações uterinas do Tempo…

A vida passa, rapidamente e nem nos damos conta de que o tempo passou , só nos percebemos quando encaramos e espelho e identificamos uma assinatura aqui, outra ali… Todas elas em nosso próprio rosto.

É inevitável o envelhecimento. Mas é evitável a envelhecer com sofrimento.

É preciso ter a alma limpa e revigorada a cada ano que passa.

A internet está cheio de textos e considerações sobre o assunto.

Já tem um tempinho ( na verdade 18 anos ) que sigo uma orientação que adaptei para a minha forma de ver e pensar minhas próprias atitudes.  Vou compartilhar com vocês.

Pense e escreva:

Se 2017 fosse uma palavra, qual seria?
Quem foram as pessoas que fizeram parte da sua jornada neste ano?
O que você aprendeu neste ano?
Qual foi o seu maior desafio?
Quais foram as suas realizações neste ano?
O que você descobriu sobre você?

Reveja mentalmente os melhores momentos de 2017, quais foram mesmo?
E o que você quer deixar para traz?
O que você quer manter em 2018?
O que você quer viver e agradecer em 2018?

Despeça-se de 2017 com gratidão.
Escreva uma carta de despedida para 2017 e uma de acolhida para 2018.
Diga ao ano que vai iniciar o que vc espera dela, quais são suas metas, o que vc quer que aconteça.
O que depende só de você para acontecer….
Sele a carta e guarde-a em local seguro.
Em 31 de dezembro de 2018 você  abre, relê e veja quais foram as suas vitórias e onde você errou.

Espero que gostem.

Boas festas e feliz ano novo.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de dezembro de 2017 em ESPIRITUAL, MEUS ESCRITOS

 

Tags: ,

Esclarecendo os pontos…


sem-titulo

_ Toca o telefone, eu atendo. Uma amiga, querendo saber de mim. Oferecendo seu ombro para o meu coração que “deve estar partido, dividido”.

_ Não querida… Meu coração não está dividido nem está partido. Está inteiro e em paz. Quem tiver capacidade para entender que entenda, quem não tiver , que respeite… Já está de bom tamanho. Não estou dizendo que a situação não foi delicada. Foi sim, mas já passou. E tudo se definiu do jeito que tinha que ser. Do jeito que o destino escreveu. Do jeito que Deus determinou que fosse.

Eu não tomei partido porque não quis me apartar nem de um nem de outro. Pra mim eles não são representados por números nem por siglas. Mas sim pelo papel que desempenharam e desempenham na história de minha vida.

Sim. Eles, os dois, me ajudaram quando precisei. E não estou falando de cargos nem de valores, mesmo porque eu também os ajudei, e nada foi de graça, nem pra mim, nem pra eles.

Ruiter é um ser humano maravilhoso, que me ensinou muito. Especialmente porque me ensinou a transformar antipatia em simpatia, indiferença em fraternidade, desamor em amor e me fez fazer uma releitura do que seja uma amizade sincera, profunda, inquestionável, incontestável, coesa e inabalável.

Ruiter (no meio de um momento turbulento em minha vida) surgiu do nada… Caiu de paraquedas… Quando eu estendia a mão buscando o apoio de outras mãos… Quando meus dedos tentavam se ancorar em outros dedos para juntar as palmas e unir as forças… Ruiter surgiu me abraçando por trás, me erguendo pelas axilas, sustentando meu peso sob meus joelhos doloridos, secando o suor em minha fronte, colocando água em minha boca sedenta, e sem me pedir absolutamente nada em troca olhou nos meus olhos de uma maneira profunda, me sorriu e PENSOU… apenas PENSOU: “EU ESTOU AQUI”. E desde então nunca mais saiu dali.

Onde quer que eu estivesse passando o que eu estivesse passando… bastava uma linha, um telefonema e eu sabia que poderia encontrar um parecer amigo, um abraço, um olhar, um sorriso, um conforto.

A forma como Ruiter me respeita, a forma como ele me quer bem e como ele se porta me ensina a perdoar, me ensina a filtrar, me ensina a pensar que se um dia eu puder reencarnar, quero tê-lo em meu seio familiar. Eu agradeço TODOS OS DIAS por ter RECONHECIDO o Ruiter ainda nesta encarnação.

Eu agradeço TODOS OS DIAS, pela vida de sua família, pelos seus amigos, pela sua saúde, pelo seu sorriso. Nunca vou me cansar de lhe dizer que ele pode contar comigo nesta e nas próximas “trocentas” reencarnações. Eu vou estar incansavelmente ao seu lado, lhe abraçando por trás, lhe levantando, enxugando o suor de sua testa, olhando nos seus olhos e pensando. EU ESTOU AQUI. Reafirmando que eu o amo mais do que eu possa me manifestar.

Paulo foi chegando devagar, não foi uma surpresa. Ele na verdade, chegou acompanhado do Ruiter e seu sorriso, sua forma de defender suas posições foram conquistando minha admiração. Me estendeu a mão, parou para me ouvir. Pediu o meu parecer e ai me mostrou que eu tinha uma importância na vida dele que eu não sabia que tinha.

Paulinho ( como eu costumo chama-lo ) não me pegou de susto. Tudo entre nós foi sendo construído no dia a dia, aos poucos, mas de forma firme, coesa.

Tenho por ele um carinho quase maternal. Eu o quero bem de verdade. Independente do que aconteceu ou deixou de acontecer em nossa história. Eu o quero muito bem. Não concebo meu olhar para ele que não seja seguido de um sorriso na alma e um carinho no coração. Ele me faz bem. O que sinto por ele me faz bem!

Os dois escolheram a politica para a realização de seus planos de vida. Eu não… Então por que tenho que sentir-me dividida? Com o coração partido.

Estou inteira e leve. Sei o que sinto pelos dois. Não parei e nem vou parar para pensar qual dos dois tem maior significado para mim. Porque dentro de minha perspectiva de amizade os dois tem a importância que devem e merecem ter.

( texto de Marluci Brasil)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de outubro de 2016 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: , ,

Mais um fim… mais um começo… ou mais um recomeço?


   Mal fechei e abri os olhos e o ano ja passou…

   Estamos iniciando novamente o mês de dezembro.

   Tenho CERTEZA ABSOLUTA de que foi ONTEM que estavamos fazendo a lista da ceia de natal…

     Onde foi que eu estive nesses 365 dias?

   Paro pra pensar um pouco no que eu vivi ,… será que vivi?

   Bom pelo menos devo agradecer, é um novo ano, um novo fim, um novo começo…

   Mas…pera ai! Epaaaaaaaaaaaa!!!!! Revendo a minha lista de decisões do ano de 2008, 2007, 2006, 2005… hiiiiiiii, nem vale a pena rever todas elas… as decisões sao as mesmas!!!! Caracaaaaaaaaaaaa!!!!

   Quanto tempo sem um fim!!!! Quanto tempo sem um começo!!!!

   Só tem recomeço!!! Ai meu Deus!!!! Tudo de novo!!!!

 

    

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de novembro de 2009 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

 
%d blogueiros gostam disto: