RSS

Arquivo da tag: RELIGIÃO E FÉ

Porque fé cega, é faca amolada…

Conversando com Deus através do PAI NOSSO.


PAI NOSSO QUE ESTÁS NOS CEUS SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME

(Senhor, sei que o senhor está é todas as partes, porque é onipresente. Isso é o que me faz ter a certeza de que onde quer que eu vá eu estarei contigo. Jamais me sentirei abandonada, esquecida.)

VENHA A NÓS O VOSSO REINO

(Não Senhor… Eu quero o Teu reino, mas acho que sou eu que devo ir até ele. Sou eu que devo seguir os passos de Jesus e seguindo os passos de Jesus eu sei que estarei andando em direção ao Teu reino)

SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA, COMO NOS CÉUS

(Sempre … Sempre… Sempre… Porque sei que o Senhor como meu Pai não há de querer o que não for bom para mim e para as pessoas que amo)

O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE

(Senhor, não só hoje… HOJE E TODOS OS DIAS DE MINHA VIDA MATERIAL E ESPIRITUAL.  Se o Senhor achar que estou pedindo muito, porque era SÓ HOJE… então Senhor, não me dê o pão, me dê a oportunidade do trabalho para que mesma possa me dar esse pão…)

PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS OS NOSSOS OFENSORES

(Senhor, essa é a parte mais difícil, não é mesmo? Tanto para o Senhor me conceder, quanto eu para pedir. Pensando sobre a força deste pedido e a responsabilidade da condição para o atendimento desse pedido entendo que depende mais de mim do que do Senhor. Pego-me pensando… Como posso querer perdão de minhas ofensas se eu ofendo também? Como posso pedir perdão de minhas dividas, se eu devo também? Ah… Senhor!!!! Quando chego nesta parte da oração… Entendo o porquê tanta coisa que não gostaria que me acontece anda acontecendo em minha vida… O Senhor não deixa por menos, não é? )

E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO

(Em nenhuma delas Senhor. Embora a tentação seja só o querer aquilo que não devo ter, embora o meu juízo me mostre que é só uma tentação… ultimamente venho cedendo para muitas delas o lugar que é de meu juízo)

MAS LIVRAI-NOS DO MAL

(Livra-nos Senhor, a mim, aos meus, à minha nação. Do ódio, da tortura, do desrespeito, do afastamento das orientações que Jesus nos trouxe quando ele resumiu os 10 mandamentos em apenas dois: 1- Amar a Deus sobre todas as coisas, 2- Amar ao próximo como a si mesmo

Amem!!!

 

(TEXTO DE MARLUCI bRASIL __ RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS)

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de abril de 2016 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Como o Espírita Vê a Semana Santa ?


10906434_662633077178743_8520525755457121954_n

Todo ano tem sempre algum amigo que me pergunta sobre a SEMANA SANTA. Em como eu ( na condição de ESPÍRITA) vejo e vivencio esta semana.

Bem eu sempre respondo:

_ Eu respeito as práticas católicas nesta época mas como espírita não vejo motivos para fazer o mesmo. Para mim, são práticas religiosas merecedoras de apreço e respeito, mas distantes da prática espírita. Entendo que há todo o contexto histórico da questão, os hábitos milenares enraizados na mente popular, o condicionamento com datas e lembranças e a obrigação católica de adesão a tais práticas; entretanto para a Doutrina Espírita, não há o dia do: “Senhor Morto”,  “Semana Santa”,  “Ovo de Páscoa”, “Sábado de aleluia”, “Malhação de Judas” “Domingo de Ramos”,  “Domingo de Páscoa”.

 E sempre vê a outra pergunta:

__ Você compra ovos de pascoa?

Respondo:

__ Sim compro. Como compro presentes no Dia das Crianças, no Dia dos Estudantes; como já comprei no Dia das Mães, no Dia dos Pais, no dia dos Namorados… Como ainda compro no dia de Aniversário de meus amigos e até no Natal. Por que não iria comprar? A forte influiencia da mídia no consumismo aproveitador da data, já atingiu a mim, aos meus filhos e sobrinho e hoje atinge as minhas netas.

E vem a outra pergunta:

__ E você come carne?

E eu respondo:

__ Já comi muito… hoje prefiro o peixe por ser de mais fácil digestão… principalmente porque depois que operei o estomago a carne de peixe “desce “ bem melhor que a bovina, que o do frango, do porco ou de qualquer outro animal…  Para mim o sacrifício de não comer carne ou de jejuar nessa época do ano só teria sentido se fosse para dar o que eu deixei de comer para quem quase nunca tem o que comer. Ai sim  meu sacrifício teria sentido…

 Então… Para nós , os espíritas não existe SENHOR MORTO. Jesus está mais vivo que nunca. Para nós certeza da imortalidade do espírito faz com que a vida vença a morte. Para os espíritas a Páscoa, como qualquer outro período do ano, deve ser um momento de reflexão, estudos e reafirmação do compromisso com os ensinamentos do mestre, a fim de que cada um realize dentro de si, e no meio em que vive, o reino de paz e amor que ele exemplificou.

E para festejar a vitória da vida sobre a morte… vamos de Ovos de Pascoa, de sopa paraguaia, de peixada, de vinho e de confraternização em família do aniversário de renascimento de Jesus para a pátria espiritual.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de março de 2015 em MEUS ESCRITOS

 

Tags:

Porque é Natal Senhor.


jesus_sorrindo

A Tua voz é o som perfeito que me embala o ser, e que me faz ouvir o murmúrio tranqüilizante dos astros.
O Teu olhar é como o brilho solar, que me aquece a alma fria, marcada pelo desalento e pela desesperança, nessa dura marcha para a elevação.
As Tuas mãos representam para mim o divino apoio, amparo que me impede de tombar, fragilizado como estou, nos rumos em que me vejo, ante a necessidade de subir.
As Tuas pegadas indicam-me as trilhas por onde devo me orientar nessa ausência de bússola moral com o entorpecimento da ética, quando desejo ir ao encontro de Deus.
As Tuas instruções, Jesus Nazareno, mapeiam para mim o território da paz, ensejando-me clareza para que saiba onde me encontro e como estou, para que não me perca nessa ingente procura dos campos de amor e das fontes de paz.
Os Teus silêncios falam-me bem alto a respeito de tudo o que devo aprender e operar nos recônditos de minh’alma, aprendendo tanto a falar quanto a calar, sempre atuando na construção do mundo rico de fraternidade que almejamos.
Agora, quando me ponho a meditar sobre tudo isso, meu Senhor, desejo exalçar o Teu nome, por toda a minha omissão dos milênios afora, embora a Tua paciente e dúlcida presença junto a mim.
Já é Natal na Terra, Jesus!
E porque é o Teu Natal, busco em Tua luz desfazer as minhas sombras; procuro em Tua assistência superar minhas variadas necessidades; quero no Teu exemplo de trabalho atender os meus deveres.
Porque é o Teu Natal, anseio por achar na Tua força a coragem de superar os meus limites; desejo ver na Tua entrega total a Deus o reforço para minha fidelidade ao bem e, na Tua auto-doação à vida, anelo tornar-me um servidor; no culto do dever que Te trouxe ao mundo, quero honrar o meu trabalho.
No Teu Natal, que esparge claros jorros de amor sobre o planeta, quero abrigar-Te no imo do meu coração convertido numa lapa bem simples, para que possas nascer em mim, crescer em mim e atuar por mim.
E, na magia do Natal, vibro para que minhas ações permitam que o Teu formoso Reino logo mais possa alojar-se aqui, no mundo, e que cheio de júbilo n’alma eu possa dizer que Te amo, que Te busco e que Te quero seguir, apesar da simplicidade dos meus gestos e do pouco que tenho para dar-Te, meu doce Amigo, meu Senhor.

Teixeira, Raul. Pelo Espírito Ivan de Albuquerque. Mensagem psicografada pelo médium Raul Teixeira, em 24/09/2007, na Sociedade Espírita Fraternidade, em Niterói-RJ (fonte: www.feparana.com.br).

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de dezembro de 2014 em PÉROLAS DA INTERNET

 

Tags:

Questionando Jesus.


conversando com Jesus

Quando vi essa foto pensei: O que será que o ator está conversando com o outro ator? Pedindo explicações? Dando explicações? Não sei…. Mas não pude deixar de me imaginar no lugar de Mel Gibson … Não pude deixar de imaginar o “ouvir atento” de meu Mestre e Senhor.

__ Sabe Senhor? As vezes não consigo entender seus caminhos. E quando entendo nem sempre consigo aceitar… Sinto-me mal por isso… Me pego achando que é babaquice demais aceitar tudo e se conformar com o inevitável… Eu acredito que o impossível é só aquilo que ainda não foi tentado. Então tento Te entender… inútil… não entendo. Responda-me:  Por que crianças são estupradas, mortas, torturadas e o seu algoz tem direito a defesa? Por que os que tem coração bom são acometidos de doenças incuráveis? Por que o suicídio? Por que a pele envelhece, a voz treme, os passos ficam oscilantes? Por que a morte? Por que não podemos chegar até o Senhor sem precisar sofrer tanto? Se o Senhor é amor, por que tem pessoas que te odeiam? Por que o Senhor não acaba logo com tudo isso? Por que os desastres? Por que a natureza se revolta e aniquila quem não tentou destruí-la? Por que? …

… Olhar sereno… ouvidos atentos…

__ Sabe Senhor? Eu queria tanta coisa… Sei que estaremos comemorando o seu nascimento em pouco dias, mas eu não consigo imagina-lo um bebê ainda… Só consigo vê-lo assim, banhado em sangue, envolto em chagas. E me imagino assim também…. Como o Senhor aguentou isso? Acha que valeu a pena?

… Olhar sereno… ouvidos atentos…

__ Vai ficar só me olhando e me ouvindo Senhor?

O olhar sereno adentrou em minha alma…

Os ouvidos atentos calaram minhas perguntas…

O amor supremo penetrou no âmago de meu ser, me completou, me resgatou…

E de repente me vi perguntando:

__ Quais eram mesmo os questionamentos que fiz?

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de dezembro de 2014 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: ,

UM OBSESSOR NO CENTRO ESPÍRITA


images (1)

Num centro espírita famoso e muito frequentado, senhor Raimundo estava iniciando os trabalhos de desobsessão. Seu Raimundo, como bom doutrinador espírita há mais de 30 anos, fez uma prece de abertura e pediu a Jesus que ajudasse a libertar todos os irmãos que viessem a sala de desobsessão do sofrimento que atravessavam.

Raimundo viu o médium incorporar um espírito que dizia estar no umbral, sofrendo muito por conta da raiva e mágoa que sentia de um desafeto. Senhor Raimundo iniciou então os procedimentos da desobsessão clássica e disse que o espírito deveria perdoar o desafeto, pois a lei do amor é a nossa salvação.

O espírito incorporado, com olhar penetrante, disse:

– E porque devo confiar em você?

– Ora meu irmãozinho – disse Seu Raimundo – Estamos aqui num centro espírita, onde os ensinamentos de Jesus são praticados. Nós aqui ajudamos todos os espíritos sofredores e necessitados.

– E você também ajuda a si mesmo, ou só pensa em ajudar os outros? Perguntou o espírito. Seu Raimundo ficou surpreso com pergunta, mas como doutrinador experiente sabia que não podia cair nas artimanhas dos obsessores, e disse:

– Irmão… não estamos aqui para falar de mim. Você está no umbral e precisa de ajuda. Você não quer sair do umbral?

– Sim, eu quero. – disse o obsessor – Eu só fico me perguntando como existem tantas pessoas vivendo no nível ou no estado umbralino e não percebem, mesmo estando encarnados. Pois afinal, como o senhor mesmo ensina em suas palestras aqui no centro, o umbral é um estado de consciência e não um lugar ou espaço físico. Alguns espíritos vivem no umbral porque não conseguem se desprender da raiva e mágoa que sentem de um desafeto. Mas o senhor, seu Raimundo, perdoa todas as pessoas? Não sente também raiva e mágoa de alguém?

Senhor Raimundo estava ficando irritado com o obsessor. Estava pensando numa resposta, mas o espírito completou:

– Não é verdade que o senhor também sente raiva e mágoa da sua ex-esposa, que te traiu com um dos seus amigos há aproximadamente 10 anos? Não é verdade que até hoje você não consegue perdoa-los?

Senhor Raimundo ficou assustado com aquelas colocações. “Como o espírito poderia saber disso?” pensou. Começou a sentir raiva do obsessor, e não muito confiante, disse:

– Não vou entrar na sua cilada. Você como obsessor experiente deve atacar as pessoas em seus pontos fracos. Portanto, saiba que…

– Eu sou um obsessor, senhor Raimundo? – perguntou o espírito interrompendo seu Raimundo. – Eu me pergunto se todos nós não somos um pouco obsessores das pessoas que dizemos amar, mas que no fundo as tentamos controlar e ganhar seu afeto a força. Não é verdade que você tem sido quase um obsessor da sua filha adolescente? Quantas vezes por dia você liga pra ela perguntando onde ela está? Quantas vezes você proibiu os namoros dela? Quantas vezes você tolheu a liberdade da sua menina por conta dos próprios medos e incertezas que guarda em seu íntimo? Você pode estar sendo um grande obsessor encarnado dela e nem perceber…

Seu Raimundo ficou atônito com aquelas revelações. Aquele espírito parecia saber tudo a seu respeito, e estava ali desnudando seus defeitos um a um. Seu Raimundo ainda não queria dar o braço a torcer e ficou com mais raiva. Resolveu fazer uma oração, dizendo:

– Senhor Jesus, peço que sua equipe conduza esse irmãozinho perturbado a um local de tratamento no plano espiritual. O espírito disse:

– Por que me chamas de irmãozinho, se nesse momento você quer, na verdade, pular no meu pescoço? De que adianta fazer uma oração a Jesus com toda essa raiva que quase transborda de você? Não, Jesus não vai te atender nesse momento… Você precisa, Seu Raimundo, parar de fugir dos seus problemas e emoções, olhar para as impurezas do seu ser, e parar de achar que é o outro sempre o sofredor e você é o “salvador”. Na verdade, todos nós precisamos de ajuda, todos somos sofredores em maior ou menor grau. E orientar o outro a praticar aquilo que nós mesmos não realizamos em nossa vida é, nada mais nada menos, do que hipocrisia. É da hipocrisia que o ser humano precisa se libertar… Ensinar aquilo que pratica, ou apenas praticar, sem precisar orientar os outros a fazer aquilo que nós mesmos não fazemos. Quando se vive a vida espiritual, nem precisamos ficar ensinando-a a outros, nossos atos já demonstram os princípios que desejamos transmitir…

Seu Raimundo sentiu uma imensa vontade de chorar e desabou em prantos… O espírito incorporado veio falar com ele. Colocou as mãos em seu ombro e disse:

– Calma meu irmão. Você precisava dessa terapia de choque para poder enxergar a si mesmo e parar de ver os defeitos apenas nos outros. Precisava também parar de se ver como o “salvador” e os outros como “sofredores”, pois isso nada mais é do que uma forma de orgulho e soberba; é uma forma de se sentir superior e de ver os outros como inferiores. Chore, coloque tudo isso que você sente para fora, faça uma revisão desses pontos que eu te apresentei, e a partir de agora você poderá se tornar um verdadeiro ser humano, renovado, e pronto para ajudar ao próximo, realizando a verdadeira caridade… E dessa vez, sem hipocrisia.

Seu Raimundo, após alguns minutos de choro intenso, olhou para o espírito e perguntou:

– Quem é você?

O espírito olhou para seu Raimundo com todo o amor e carinho e disse:

– Meu filho, você não pediu a Jesus, em sua prece de abertura dos trabalhos, que libertasse os espíritos dessa sala do sofrimento? Então meu filho, Jesus me pediu que viesse aqui e mostrasse tudo isso a você, para que você pudesse ver a si mesmo, saísse do “umbral” de sua mente, e se libertasse de tudo aquilo que te causa sofrimento. Sou um enviado de Jesus, e a partir de agora, você será um novo homem…

Seu Raimundo chorou ainda mais. Agradeceu imensamente a Deus e a Jesus aquela sagrada lição de autoconhecimento… Depois desse episódio, tornou-se uma pessoa muito melhor…

Autor: Hugo Lapa

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de novembro de 2014 em TEXTOS QUE EU GOSTARIA TER ESCRITO

 

Tags: ,

Vídeo

Eu Olho pra Ti


Existem coisas que nunca vou conseguir entender. A busca, o experimentar de coisas que é sabido ser prejudicial para a saúde física e mental é uma delas.

Pessoas instruídas… Por que? Qual o motivo? Não entendo… Juro que não entendo e se entendo, não aceito.

Uma cantora como essa, morrer de over dose… é quase inadimissível, não fosse a droga um mal tão comumente usado entre os artistas…

Meu Deus!!!! A música, a poesia, a dramaturgia são as drogas que uso para fugir do mundo que me cansa, que me corroi, que me amedronta…

Chega a doer ver uma intepretação como essa, um pedido de socorro como esse… e no fim…OVER.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de novembro de 2014 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: , ,

CONVERSANDO COM DEUS


1.jpg

 Eu: Senhor, sei que falam tanto pra que eu te busque mas, preciso de muita coisa , pra te buscar… o Senhor é tão superior, eu tão inferior… existe um abismo entre nós…

Deus: Eu te oferto todos os dias 24 horas, 1440 minutos e 8.640 segundos… Porque falta de tempo? E porque o abismo?

 Eu: Senhor… O Senhor esta nos céus… e eu na Terra.

 Deus: Engano seu, Marluci. Mesmo que eu estivesse no céu e você na Terra , nós nos encontraremos no horizonte… e depois, o abismo que existe entre nós não fui eu quem criou, foi você. Você que alimentou sentimentos ruins, rancor, raiva, arrogância… Cabe a você construir a ponte. Não a mim. Mas não elimine esses sentimentos negativos. Porque vai sobrar espaço entre nós, substitua-os por perdão, harmonia, humildade e a ponte estará ali para cumprir seu papel.

 Eu: Mas e se eu não conseguir?

 Deus: Use a ponte que te ofereci a mais de dois mil anos. Use meu filho.

 Eu: Mas e se eu estiver tão suja, que não conseguir que ele me ouça? Ele é tão procurado.. tão atormentado por “fieis” infiéis… que sempre procuram por Ele na hora da dor, mas que quando a dor passa se esquecem Dele e quando acontece algo ruim de novo eles correm para Ele e Ele sempre atende… não entendo isso… Ele não vai ter tempo pra mim…

 Deus: Você não precisa entender, Marluci.Você só tem que aceitar. Mas tem mais uma saída.Use a Mãe Dele. Meu filho sempre foi um bom filho. Ele sempre atende os pedidos de Sua Mãe. Lembra do que aconteceu nas Bodas de Canaã?

 Eu tenho cá comigo que Deus não se explica, se sente.

 Ele existe em cada um de nós. Por dentro e se manifesta através de nossas atitudes.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de janeiro de 2014 em MEUS ESCRITOS

 

Tags: ,

 
%d blogueiros gostam disto: